Novidades e tendências sobre tecnologia e aplicativos

ASO

Teste A/B: como e quando aplicá-lo no seu app

5 de março de 2021

O teste A/B é recomendado principalmente quando se tem como objetivo aprimorar KPIs de conversão. Assim, o teste A/B envolve comparar duas versões de um mesmo app ou site e verificar qual delas tem o melhor desempenho. Neste artigo, falaremos mais sobre como o teste A/B funciona e como aplicá-lo.

O que saber antes de aplicar um teste A/B?

A primeira dica é não alterar um campo textual de alta visibilidade para o usuário dentro da descrição do app. Isso porque é ali que está concentrada a conversão e é arriscado realizar alterações sem saber se o novo discurso realmente irá atrair mais usuários qualificados.

A outra dica é que, quando não há alteração da estrutura do texto, não é necessário aplicar um teste A/B, pois o KPI do plano de ação é a visibilidade do app e o teste não fornece nenhum insight sobre essa métrica.

Já quando ocorrem mudanças no texto da longa descrição de aplicativo ou do primeiro parágrafo, por exemplo, aí sim pode-se pensar em realizar um experimento neste campo.

O teste A/B pode ser feito com até 4 variantes (nesse caso, um “teste abc ou abcd”). Assim, deve-se testar três sugestões de mudanças contra a versão atual.

O tipo mais comum dele é a realização do teste com apenas duas variantes (a atual e a sugerida no plano de ação). A exceção ocorre quando deseja-se testar diferentes discursos que estejam relacionados entre si em busca da aplicação de uma estratégia de marketing, por exemplo.

Não é recomendado realizar um teste com diversas variantes se elas forem completamente diferentes entre si. Nesse cenário, o teste não será limpo e não será possível identificar o que de fato deu certo ou errado no experimento.

Um exemplo de teste com 3 ou 4 variantes pode ser de um CTA (call to action) em diferentes posições na frase: uma no início, outra no meio e outra no final.

Outro caso é o de ações sazonais ou novas campanhas do app, quando o objetivo é testar diferentes formas de divulgar a sazonalidade/campanha.

Google Play Console x App Store Connect

Agora que você já sabe o que é teste ab, vale dizer que eles só estão disponíveis de maneira nativa no Google Play Console. Além disso, é possível alterar, a qualquer momento, as informações que não estão em teste, como o título, por exemplo. Mas tenha atenção! Essa não é considerada uma boa prática em ASO, então analise muito bem a real necessidade dessa alteração.

No caso das informações que já estão em teste A/B, é possível alterá-las caso sejam os mesmos campos. Do contrário, é necessário encerrar o teste e subir um novo com as novas alterações.

teste ab

Já no caso do iOS, não é possível fazer edições a qualquer momento, já que só podem ser feitas quando o upload de uma nova versão do app é realizado. O único campo em que é possível fazer alteração a qualquer momento é o texto promocional. No App Store Connect, não há testes A/B na plataforma nativa.

Para que o teste seja aplicado, o público que vai visualizar as diferentes versões do app é escolhido de forma aleatória e selecionado pelo próprio Google. O ideal é fazer o teste com uma divisão igualitária das pessoas entre todas as versões.

Campos aplicáveis

Assim, o teste A/B em aplicativos pode ser feito nos campos de curta descrição, longa descrição, ícone, banner, screenshots e vídeo. Já em outros pontos, como o título, tags e categoria, não é possível realizar variações.

Nesses casos, a aplicação deve ser direta e analisada a partir dos impactos nas métricas orgânicas e ranking de keywords nas semanas seguintes. Sugerimos que essa análise seja feita comparando uma ou duas semanas anteriores à aplicação com uma ou duas semanas posteriores.

Diferentes idiomas

A plataforma do Google Play Console permite a aplicação de apenas um teste por vez, conforme o idioma, então é preciso encerrar um teste para iniciar outro em Português (BR), por exemplo. No entanto, caso o app possua um texto otimizado para cada língua, é possível realizar de forma simultânea em até 5 idiomas.

Tempo e resultados

O Google Play recomenda que o teste fique ativo por, pelo menos, 7 dias. Isso porque é necessário mensurar o comportamento do usuário ao longo da semana e no final da semana.

A própria plataforma pode indicar que há dados suficientes com menos dias de teste, mas é preciso analisar se os resultados são satisfatórios para encerrar o processo. No RankMyAPP, costumamos mantê-lo ativo por 15 dias, assim podemos ter mais certeza sobre o resultado apresentado.

Durante o teste, é possível acompanhar:

  • Número de novas instalações;
  • Instalações ajustadas (número de instalações que a variável teria caso estivesse aplicada para 100% da audiência);
  • Instalações retidas;
  • Desempenho (alteração esperada no desempenho da instalação comparada à versão atual).

O que analisar antes de aplicar um teste A/B?

Todo teste A/B executado só deve ser aplicado após uma análise detalhada dos seguintes dados:

  • Taxa de conversão durante o período;
  • Novas instalações do teste;
  • Novas instalações retidas no teste;
  • Intervalo de confiança do teste,
  • Evolução das Keywords (no caso de testes de curta descrição).

Geralmente, os testes considerados como “vencedores” tiveram um impacto positivo sobre uma ou mais métricas acima. Em poucos casos, o teste pode ser aplicado sem obter resultados positivos nelas. Isso só acontece quando a versão escolhida está mais alinhada com a estratégia de otimização de marketing do aplicativo.

Conte com o RankMyAPP!

Como vimos, o processo de desenvolver e aplicar o teste A/B envolve estudo e planejamento. Por isso, conte com as soluções corporativas do RankMyAPP para melhorar os seus resultados em mobile marketing.

Trabalhamos com tecnologia e inteligência de dados avançadas para melhorar sua comunicação digital. Entre em contato com um de nossos especialistas e saiba mais sobre como o RankMyAPP pode te ajudar!


Fique por dentro de todas as novidades

Quer saber o que mais podemos
oferecer para o seu APP?

Agende uma reunião