fbpx

Tipos de aplicativos: qual o mais indicado para seu negócio

Postado em 29 de outubro de 2019.

628{icon} {views}

Em um mundo onde toda uma rotina pode ser baseada em apps, desenvolver um desses softwares e ganhar notoriedade dentre tantos tipos de aplicativos é um grande desafio.

Para isso, é necessário definir objetivos e, assim, encaixar o seu projeto em um dos tipos disponíveis no mundo mobile. Confira, a seguir, os três mais utilizados e suas principais características.

Aplicativos nativos

Os aplicativos nativos são desenvolvidos em uma plataforma que possibilita sua funcionalidade em qualquer tipo de sistema operacional. Além disso, eles conseguem acessar várias funções de um celular, como câmera, GPS, calendário e afins.

Esse é um dos tipos de aplicativos mais encontrados nas stores, possibilitando o uso de recursos externos para complementar o app. Por ter esse potencial, é um tipo mais trabalhoso de desenvolver e um pouco mais caro.

No entanto, o investimento vale muito a pena, já que deixa o aplicativo muito mais estável. Ele não precisa necessariamente de conexão integral de internet para os itens funcionarem e também não há perda de nenhum conteúdo utilizado.

Em uma era de usuários muito exigentes e que querem um serviço ágil e prático, os apps nativos são uma ótima opção. A margem de erros é muito pequena e, após o desenvolvimento, o trabalho de atualização fica muito mais fácil.

 

Aplicativos web

Os aplicativos web têm um design muitíssimo parecido com os apps normais, mas só podem ser acessados por meio de um browser. Na realidade, eles não são aplicativos de verdade, só estão enquadrados em um design para mobile.

O lado positivo é que, ao desenvolver um web app, não é preciso esperar a aprovação das stores para a disponibilidade do software, que é um processo bem burocrático. Além disso, o custo de desenvolvimento é bem mais baixo.

Aplicativos híbridos

Um aplicativo híbrido é basicamente uma mistura de apps nativos e web. Por isso, está embasado em uma linguagem diferente, seja ela JavaScript, HTML ou CSS. Sendo assim, é possível acessá-lo pelo browser ou baixá-lo em uma app store.

Esses tipos de aplicativos são uma boa opção para os desenvolvedores que ainda não possuem recursos financeiros suficientes para desenvolver um app nativo. Por só usar “metade” desse sistema, a criação fica um pouco mais barata.

Qual deles escolher

Escolher o melhor aplicativo depende muito da necessidade do desenvolvedor. Então, o recomendável é estudar se o seu serviço depende de um app mais complexo e se o seu público-alvo o considerará útil.

Faça testes e pesquisas, entenda a necessidade do público e da sua empresa. Dessa forma, será mais fácil optar pela solução mais rentável e que oferece mais benefícios ao seu negócio, além da chance de ter seu app na lista de melhores aplicativos.

Faça, ainda, um trabalho de otimização nas lojas de apps. Para isso, confira o E-Book Elementos de Otimização na PlayStore e AppleStores. Nele, você encontrará os principais pontos a serem trabalhados na divulgação do seu app.

Mantenha-se atualizado com o RankMyAPP

Para saber mais sobre os tipos de aplicativos, qual se encaixa melhor no seu negócio e demais notícias sobre tecnologia, não deixe de acompanhar o RankMyAPP. Assine nossa newsletter e fique por dentro das principais novidades.


Posts Relacionados

Related Posts

Artículos Relacionados

Tendências e comportamento dos usuários de apps de E-Commerce no Brasil

Especialistas do RankMyAPP trazem insights sobre os dados e estratégias: Número atual de downloads já é 74% maior do que a Black Friday em 2019

Data: 16 de julho às 16h

X