Início » Como os apps de compras mudaram o perfil dos consumidores

Como os apps de compras mudaram o perfil dos consumidores

Até algum tempo atrás, os apps de compras eram tidos como complemento das lojas físicas. Atualmente, porém, os m-commerce passaram a ser a escolha principal de uma quantidade considerável de consumidores ao redor do mundo.

A prova disso são as expectativas: de acordo com uma publicação da Pew Research, espera-se que o mercado mobile movimente, até 2021, cerca de US$ 6,3 trilhões de dólares. Acredita-se, ainda, que o Brasil será responsável por boa parte desse lucro, uma vez que o país é o segundo que mais se expande no segmento.

Outra informação que mostra como o m-commerce tem mudado o comportamento dos consumidores é um estudo realizado em parceria entre o RankMyAPP e a Opinion Box. A pesquisa, que gerou a série Comportamento dos Usuários Mobile, foi realizada entre os dias 22 e 26 de junho de 2020, e mostra o novo perfil dos compradores on-line.

Neste post, separamos algumas informações que mostram como os aplicativos de compras influenciaram na mudança do perfil dos consumidores. Você pode conferir o estudo completo clicando aqui.

O novo perfil dos compradores

Atualmente, 60% da população adulta brasileira possui um smartphone e, desse grupo, 75% das pessoas fazem ou já fizeram compras por aplicativo. E não para por aí! O número de consumidores que fazem aquisições mensais de produtos através de apps também é significativo: 57%.

Apesar de as mulheres do Sudeste do país serem a maioria nessa pesquisa (52% dos entrevistados são do sexo feminino e 48% residem no Sudeste do Brasil), são os homens que lideram o ranking de quem compra mais por mês.

75% do público masculino e 54% do feminino fazem compras mensais em apps. Desse total, 91% dos consumidores tem entre 25 e 29 anos, e 65% reside no Sudeste brasileiro.

O que impede a outra parcela da população de comprar por app?

Mesmo que boa parte da população realize compras em m-commerce e demais tipos de aplicações móveis, o número de usuários de smartphone que nunca fizeram aquisições por apps é expressivo: 52%. O motivo? Não possuem cartão de crédito. Entre outras razões estão:

  • Não confiam em compras pelo app (33%);
  • Não acham prático (10%),
  • Compram pouco on-line (5%).

Quando separados por idade, o quadro se apresenta da seguinte maneira:

  • 60% das pessoas entre 16 e 24 anos não possuem cartão de crédito;
  • 100% das pessoas entre 25 e 29 anos não acham prático;
  • 60% das pessoas entre 30 e 39 anos não possuem cartão de crédito;
  • 33% das pessoas entre 40 e 49 anos compram pouco pela internet,
  • 50% das pessoas com 50 anos ou mais não confiam, e a outra metade não possui cartão de crédito.

app de compra

A maneira de comprar também está mudando

Das pessoas que costumam comprar utilizando o smartphone, a grande maioria prefere realizá-las por meio de apps de compras: 77%. Os 23% restantes acham mais prático adquirir produtos on-line, por meio do navegador mobile.

O grupo de quem prefere pagar suas compras com cartão de crédito também é alto: 58%, seguido de boleto bancário (32%) e carteiras digitais (9%). 1% da população realiza seus pagamentos tanto por cartão quanto por boleto.

Pagamento com QR-Code

O QR-Code é uma tecnologia que ainda está ganhando espaço no Brasil. Apesar disso, 43% dos consumidores que utilizam apps de compras já realizaram pagamentos com a tecnologia do Código QR.

Produtos mais buscados

Uma vez que o perfil dos compradores é, em sua maioria, homens entre 25 e 29 anos que residem no Sudeste do Brasil, podemos afirmar que os jovens adultos do sexo masculino estão cada vez mais preocupados com a aparência.

Isso porque os produtos mais buscados nos apps de compras são roupas e acessórios, com 14% das buscas. O segmento é acompanhado dos eletrodomésticos e eletroportáteis (12%), alimentos e refeição (11%), cosméticos de saúde e beleza (10%), livros (8%) e utensílios domésticos (8%).

Mantenha-se atualizado

Se você possui um app de compras, esse pode ser o melhor momento para aumentar as suas vendas. Para isso, é importante ter um aplicativo otimizado, para que ele consiga se destacar nas stores e, assim, atrair novos usuários.

Aproveite e mantenha-se atualizado sobre o mercado. Acompanhe as publicações do RankMyAPP e saiba como está o segmento do seu aplicativo. Para ter dados suficientes que contribuam em insights para suas estratégias mobile, confira os outros estudos realizados por nós clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.