fbpx

5 razões do porquê o mobile marketing está ficando mais importante

Postado em 6 de março de 2018.

Não importa aonde você esteja lendo esse post. Pare e olhe ao seu redor. Com certeza, as pessoas à sua volta estão mexendo em seus celulares. Senão, os dispositivos estão ali, ao lado do computador dos donos – bem ao alcance das mãos.

Apenas essa análise no ambiente já seria razão suficiente para terminarmos o assunto aqui. O mobile não é uma tendência. Não é uma novidade. Não é uma moda.

Nos Estados Unidos, 80% das pessoas acessam a internet por meio dos seus dispositivos mobile.  Sim, esses números são menores em países em desenvolvimento como o nosso. No entanto, não estamos assim tão atrás.

Estudo global da Adobe prevê que até o final de 2018, no Brasil, 45% do tráfego total da internet será via smartphone. Pode parecer pouco, mas é um aumento de quase 10% comparado com ano passado – quando o número era 36%.

Estar no mobile é mais do que uma necessidade, virou questão de sobrevivência para as grandes empresas. Os bancos estão tornando-se digitais. As lojas de varejo tradicionais estão projetando-se como e-commerces. Uma outra estatística pertinente é que o número de conversão no mobile é 64% maior do que do desktop. 

E se o mobile veio para ficar, o mobile marketing é fundamental para o plano estratégico de qualquer modelo de negócio e está tornando-se cada dia mais importante, ganhando seu lugar ao Sol nos budgets. Para evidenciar ainda mais essa afirmação, separamos cinco considerações bem interessantes.

5 razões do porquê o Mobile Marketing é essencial para sua empresa

  1. Brasileiro passa 1460 horas por ano nos dispositivos

Cerca de 35% dos americanos checam seus celulares de cinco em cinco minutos.  Já o  brasileiro passa em média, 3h14 por dia conectado nos dispositivos mobile. Se pensarmos apenas nos jovens da geração millenials, a média é de quatro horas por dia! 

Isso significa que aqui no Brasil, uma pessoa passa 1460 horas por ano navegando por sites, conversando e interagindo. Uma grande oportunidade para as empresas capturarem sua atenção e fazerem parte da sua rotina diária.

2) 60% das compras começam no mobile

Os consumidores estão acessando os sites de e-commerce dos seus devices. A projeção nos Estados Unidos é de que até o final de 2017, 60% das visitas nos sites comecem em um dispositivo móvel.  Trazendo para a nossa realidade, 43% das pessoas fizeram compras por seus celulares apenas nos seis primeiros meses do ano passado.

Se a primeira transição foi da loja física para o desktop, agora a revolução é ter um site adaptado para o mobile (não tem ainda? Essas dicas podem ajudar) e trabalhar o funil de vendas do m-commerce.

Para entender mais sobre essa etapa do funil de marketing mobile, sugerimos os seguintes conteúdos:

3) Pessoas pesquisam no mobile enquanto estão nas lojas físicas

A tecnologia mobile ofereceu a oportunidade dos consumidores compararem preços dos produtos enquanto estão dentro das lojas físicas. As empresas que utilizam o mobile marketing estão beneficiando-se desse comportamento.

Apostar em um website otimizado e em técnicas de SEO  pode influenciar na compra das pessoas que estão, exatamente nesse momento, em busca de outras opções ou melhores preços. Ou seja, uma oferta no seu m-commerce pode tirar o consumidor de dentro da loja do seu concorrente.

Aqui no Brasil, uma pessoa passa 1460 horas por ano navegando por sites, conversando e interagindo

4) 98% das pessoas abrem um SMS

A taxa de abertura dos SMS é de 98%. Ainda mais interessante é que 90% das pessoas abrem o e-mail em menos de três segundos. Mais rápido do que e-mail marketing ou qualquer outro canal digital. E uma campanha de SMS possui um custo extremamente baixo comparada com outras.

Explorar esse canal é uma oportunidade interessante para oferecer seus produtos e serviços e ainda obter um retorno rápido. Confira também outros Growth Hackings Mobile para fazer seu app crescer.

5) Mobile marketing permite alcançar todas as classes sociais

A inclusão social na internet transformou o jeito das pessoas e das marcas se relacionarem. E os smartphones e tablets estão tornando-se ferramentas cada vez mais populares para a comunicação com todas as classes sociais: cerca de 35% dos usuários são da classe C, 49% da classe B e 12% da classe A.

Em números absolutos, são mais de 48,3 milhões de usuários da classe C no Brasil – mais do que o total de habitantes do Canadá. Isso fez com que fosse apelidados de C de Conectados e nomeados pelo Google como “os donos da internet”.

Todos esses números significam uma oportunidade de ouro para as empresas colocarem suas mensagens nas mãos de todas camadas demográficas e permitem que os anunciantes atinjam um público mais amplo.

O marketing digital está em constante evolução e o mobile marketing desempenha um papel fundamental nessa estratégia.

A mudança da atenção das pessoas para os dispositivos móveis é uma tendência que continuará a progredir, e as empresas precisam garantir um plano de Marketing Mobile coeso para conectar-se com esses consumidores digitais e aproveitar todas as oportunidades que o mobile oferece.

O que acha de adicionar mais inteligência no marketing do seu app? Receba agora uma análise personalizada do seu aplicativo pela equipe do RankMyApp!