fbpx

A importância do site responsivo para seu negócio

Postado em 5 de fevereiro de 2020.

232{icon} {views}

Até o fim de 2020 a porcentagem de pessoas fazendo compras por mobiles será de 45%, segundo o site Statista. Isso quer dizer que o comércio que não investir em apps ou site responsivo poderá perder vendas.

Se você tem um e-commerce, saiba que o crescimento acelerado de pessoas comprando por mobile já é uma realidade. De acordo com uma pesquisa da agência WMcCann em parceria com o Instituto Ipsos, 41% dos brasileiros utiliza o celular para acessar a internet, seja por apps, sites responsivos ou sites mobile.

Veja, a seguir, os diferenciais e como um site responsivo pode afetar positivamente seu negócio.

Por que investir em um site responsivo

Hoje as pessoas preferem fazer compras pelo celular, pois, além da praticidade física de não precisar ir à loja, elas têm acesso a resenhas, notas e comentários de outros clientes sobre o produto e a própria loja.

Como citamos, as compras feitas por dispositivos mobile não param de crescer. Tivemos a Black Friday 2019, que só reforçou a teoria de que quem tivesse o app ou site de melhor funcionalidade para mobile iria alavancar em vendas.

Além do mais, um site responsivo é mais Google Friendly. Isto é, por ser otimizado para mobiles, permite que o Google o ranqueie melhor — já que seu algoritmo é programado para impulsionar os sites que funcionam bem tanto em desktop, quanto em mobile.

Diferenças entre sites responsivos e site mobile

Um site mobile e um site responsivo carregam o mesmo conceito de um aplicativo móvel: ter uma boa usabilidade nos smartphones. Mas, assim como os nomes, as diferenças entre eles existem, embora sutis.

É sabido que o aplicativo é um dispositivo focado e criado para mobile. Mas o site mobile e o responsivo não são aplicativos, pois trabalham com versões para desktop também. Para descobrir qual opção é melhor para o seu e-commerce, continue lendo:

Site responsivo

O site responsivo atende automaticamente ao tamanho da tela que está sendo acessado sem perder a qualidade dos elementos. Ou seja, seus elementos se adaptam ao dispositivo, ocultando ou destacando certas informações.

Ao contrário do site versão mobile, ele só depende de um domínio e, por isso, tem melhor rankeamento nas buscas do Google. Isso acontece porque ele não tem uma URL além da “original’ e, assim, todos os acessos são computados, melhorando sua autoridade.

Justamente por ter um design responsivo, o site responsivo deve ser criado dessa forma do zero, e seu benefício é que não precisa de uma extensão como o site mobile.

Site Mobile

Também conhecido como web app, é um site cujas estruturas foram feitas pensadas somente em dispositivos móveis. Ele fica em um link (subdomínio geralmente com a letra m antes do endereço padrão) para onde o usuário é redirecionado depois de acessar o site pelo celular.

Esse redirecionamento só acontece quando o site reconhece que a tela é pequena, (menor que 480 px). Dentre as vantagens do site mobile estão uma maior taxa de conversão, pois deixam a jornada do comprador melhor.

Em outras palavras, a grande diferença entre um site mobile e um site responsivo é que o versão mobile não é um mesmo site que pode ser visualizado em diferentes telas, como o responsivo. Mas sim uma outra versão do seu site.

Por ser outra versão do site, em outra base de dados, com programação, imagem e informações independentes, o site mobile não é tão Google Friendly como o responsivo.

Invista nessa vertente com otimização

Seja app, site mobile ou site responsivo, cada opção leva um tempo e investimento para ser implementada. Além disso, é preciso avaliar as preferências do seu público-alvo.

Independentemente da sua escolha, o seu comércio precisa focar em uma versão para mobile, qualquer que seja. Depois de otimizar seu e-commerce para mobiles, é hora de investir na otimização.

Quer saber que tipo de estratégias nós do RankMyAPP podemos fazer para melhorar seu e-commerce ou m-commerce? Veja nosso e-book Guia M-Commerce ou fale com nossos especialistas!


Posts Relacionados

Related Posts

Artículos Relacionados

Tendências e comportamento dos usuários de apps de E-Commerce no Brasil

Especialistas do RankMyAPP trazem insights sobre os dados e estratégias: Número atual de downloads já é 74% maior do que a Black Friday em 2019

Data: 16 de julho às 16h

X