fbpx

Appreneur: o que é e como ser um?

Esta postagem foi publicada em 8 de abril de 2018.

Durante o ensino fundamental e ensino médio, pensamos em diversas carreiras para seguir. Veterinário, médico, jornalista, astronauta e afins. Depois de um tempo, a tendência é escolher uma profissão de acordo com a afinidade na área. Mas, você já pensou em ser appreneur?

Essa profissão relativamente nova no mercado exige liderança para gerar lucros e obter sucesso no negócio. O nome não soa tão estranho, mas é um pouco diferente do que você está pensando. Vamos explicar!

O que é um appreneur?

A palavra appreneur vem de entrepreneur, que significa empreendedor. Ou seja, um appreneur é um empreendedor de aplicativos. E essa profissão possui um nicho de mercado muito específico.

Isso porque a maioria dos empreendedores abrangem vários setores de mercado e negócios, já o appreneur está completamente focado no mercado de aplicativos. Com a economia crescente no mobile, a profissão está em constante ascensão.

O que fazer para se tornar um appreneur?

Profissão em constante ascensão, crescimento no mercado, margem de lucros… Assim, até parece fácil mergulhar nessa ocupação; mas não é bem assim. Para se tornar um empreendedor de aplicativos, é preciso ter conhecimento do mercado, criar estratégias de mobile marketing que funcionem, estudo e planejamento.

E para se encaixar nesse novo termo criado, é preciso seguir alguns passos iniciais, como planejamento, estratégias de marketing e muita pesquisa. Vamos explicar melhor:

1- Planejamento

O planejamento é um início muito importante do processo. Primeiro, o appreneur precisa decidir se vai criar um app para iOs ou android. Ou, então, um aplicativo que cruze com as duas plataformas, aumentando a agenda de usuários.

Mas, para tudo isso acontecer, essa pessoa precisa de uma equipe. Um appreneur não é, necessariamente, um desenvolvedor, ele pode só coordenar todo o projeto. Muitas vezes, uma empresa não tem uma equipe preparada para desenvolver um app, então, pode ser que haja necessidade de um novo time.

De qualquer forma, a primeira ação é fazer um esquema de trabalho para o desenvolvimento do app, para os desenvolvedores saberem que caminho seguir. E, é claro, fazer uma estimativa da quantidade de investimentos que serão necessários, criar estratégias de monetização e os possíveis modelos de retorno de investimento.

2- Estratégia de marketing

O mobile marketing é uma nova indústria, completamente diferente do marketing tradicional. E isso é uma coisa boa porque o empreendedor de aplicativos pode muito bem selecionar um público-alvo mais específico.

O ideal é visualizar o potencial desse público-alvo em ser um usuário ativo e investir em ações para mais conversões, fidelização de clientes, promoções, mídias sociais e outros tipos de marketing de mídia em massa.

Crie canais que os seus clientes usam, como uma página de negócios no Facebook, uma conta corporativa no Twitter, e tenha sempre em mente que o diálogo entre o app e o usuário deve ser uma linha reta. Essas redes sociais facilitam muito essa ação.

Outras táticas também são bem-vindas. Nas promoções, crie campanhas que tenham alguma temática, ofertas antecipadas e testes gratuitos. No começo, se concentre na experiência do usuário.

Com isso, além de um feedback positivo, esse tipo de estratégia pode fidelizar o cliente e, consequentemente, aumenta o número de conversões, já que as chances do seu app ser indicado para os outros são bem maiores.

3- Pesquisa

A pesquisa engloba diversas etapas do processo de criação de um aplicativo. Quando o projeto já está idealizado, a pesquisa já começa na concorrência, possibilidades de investimento e pesquisa das melhores estratégias para o crescimento do app.

A pesquisa anda lado a lado com o planejamento e as estratégias de marketing, afinal, os dois últimos dependem de uma boa pesquisa para funcionar. Além disso, a pesquisa pode auxiliar na escolha do melhor plano de investimento do seu aplicativo e estratégias de monetização.

Para toda ação pensada, deve-se investir em pesquisa antes de executá-la. Mas, alguns quesitos necessitam de ajuda de profissionais especializados, e é o caso da otimização do app, contando com App Store Optimization.

Para se adentrar nesse universo do ASO, conte com o RankMyApp para fazer uma análise personalizada e promover o seu aplicativo de forma orgânica nas app stores!