fbpx

Apps mobile: minha empresa precisa de um aplicativo?

Postado em 5 de março de 2018.

Quais os benefícios e custos de desenvolver um aplicativo? Sua empresa precisa de um App?

Os aplicativos móveis estão dominando o tempo das pessoas, gerando receita e visibilidade para as empresas. Como professor de Marketing digital e Mobile marketing as pessoas sempre me perguntam: Eu realmente preciso de um aplicativo?

Provavelmente você já possui uma dimensão do tamanho que o mercado de aplicativos tomou. Crianças de um ano já usam apps pra ver vídeos e os mais velhos, já utilizam tablets pra navegar, ler notícias e fazer suas compras.

Mobile já não é mais uma revolução que está para acontecer, mas sim uma realidade que todos conseguem ver a sua volta. Mesmo assim, muitas empresas ainda ficam na dúvida se precisam realmente de um aplicativo ou se um site móvel já resolve.

A resposta mais comum para a maioria dessas perguntas é: “depende…” e essa resposta deixa qualquer um muito nervoso. Então na verdade eu vou mostrar aqui alguns pontos para você refletir e ter mais pontos pra pesar.

De Websites para Apps

 

 

Há uns 10 anos, ninguém pensava em fazer um App, a maioria das empresas ainda estava se perguntando: Será que eu preciso de um site? E na verdade, pesquisei isso rapidamente no Google e, pra minha supresa, essa ainda é uma dúvida muito atual.

As pessoas continuam perguntando isso em fóruns e sites especializados. Então já dá pra imaginar que essa reflexão sobre os apps também vai durar muito tempo e, se você está lendo esse texto, provavelmente já está na frente de muitas outras empresas. Mas se você quer continuar na frente da sua concorrência, é melhor ler o texto até o final.

 

O que é um Aplicativo de Celular?

Esse título pode parecer um pouco idiota, mas eu fiz de propósito, para causar uma reflexão. Um aplicativo móvel é mais um ponto de contato com o seu usuário ou consumidor. Mais uma forma de mostrar a sua informação, de colocar sua voz e seu produto para o mundo. Na linguagem de um programador, um aplicativo é mais um “front-end” da sua aplicação.

Mas para pensar se um app é importante ou não, o primeiro passo aqui é voltar realmente nesse nível: O que é um App? O que eu preciso colocar dentro dele? O que eu quero mostrar para o mundo com o meu aplicativo?

Saindo dessa parte mais conceitual, na prática, isso significa que o App não pode ser apenas um processo da sua área de TI (Ou de alguma empresa que você contratar). A sua criatividade, seu marketing, planejamento, seu design, UX, tudo tem que estar envolvido nesse desenvolvimento.

Se sua empresa ou negócio é pequeno, pode ser que você mesmo faça todas essas atividades. Ou então, se você está em uma grande empresa, você precisa ter uma mentalidade de como colocar a sua empresa (seus conceitos, valores, produtos…) naquele aplicativo. Muitas empresas levam isso para um patamar avançado de ser App-first, já que o mundo atualmente é Mobile-first.

O Potencial dos Aplicativos

Os apps possuem um potencial muito maior do que sites mobile. Não estou dizendo aqui que você deve ter apenas um app e não ter um site responsivo.

Já vi isso como estratégia de alguns sites, em que o mobile site redireciona automaticamente para um app, o usuário não pode nem escolher ficar no site. Mas isso já é outra discussão. Os Apps possuem sim funcionalidades que não se encontra em sites móveis.

  • Os usuários podem tirar fotos por meio do seu app e postar
  • Seu App pode avisar os usuários de novidades e ofertas por meio de notificações push
  • Seu app logado gera muitas informações sobre o usuário, tempo de uso, recorrência, navegação… e você pode fazer campanhas específicas para ele
  • Com o login social, você pode conhecer a rede social do seu usuário e ele mesmo pode ser um canal de divulgação do seu app.
  • Apps de realidade aumentada permitem que o seu consumidor experimente um produto, veja como o móvel vai ficar na sala dele e muito mais.

Os aplicativos móveis possuem uma infinidade de funcionalidades interessantes como Biometria, geolocalização, câmeras, sensores, realidade aumentada, jogos 3D, entre outras.

Nenhuma dessas funcionalidades existem em um website mobile e podem melhorar o seu relacionamento e influência com seus usuários, gerar mais fidelidade e fazer com que você se destaque no meio da concorrência.

Mesmo que o seu app não tenha todas essas funcionalidades, só de estar lojas de aplicativos você já garante boa parte do benefício, que é poder ser encontrado quando um usuário está buscando pela sua marca ou então por palavras relacionadas ao seu negócio. Caso você não esteja, você está deixando as oportunidades para seus concorrentes.

Como criar um aplicativo

Eu mostrei alguns benefícios de ter um app, mas é claro que também existem os custos, que podem ser financeiros ou o custo do seu tempo gasto para criar o app.

Hoje existem várias opções desde apps muito bem projetados a Apps baratos e gerados quase automaticamente por ferramentas. Olhando esse modelo mais simples, também surge a dúvida de: Será que vale a pena criar um app simples e de baixo custo?

Eu acredito que a resposta pra essa pergunta é sim. Se você não quer ou não pode investir altas quantias de tempo ou dinheiro para criar um aplicativo para o seu negócio, criar um app simples para estar presente nas app stores é uma estratégia interessante para:

  1. Garantir que os seus usuários mais fiéis te encontrem quando estiverem procurando sua marca nas App Stores
  2. Ter visibilidade nas App Stores e ficar na frente dos seus concorrentes
  3. Já ter uma base sólida de usuários com seu app instalado para quando você quiser fazer um app mais profissional.

É bem mais fácil fazer a sua base de usuários atualizar o seu app, do que convencer todos os seus clientes e usuários a baixar o seu novo Aplicativo. Se você perder a oportunidade de ganhar esses downloads orgânicos por não ter um app, você provavelmente vai perder usuários de alta qualidade para os concorrentes que aparecerem na busca.

Por outro lado, se você já tem um aplicativo para celular como parte importante na sua estratégia e quer fazer um aplicativo de alta qualidade, pode ter que investir em uma agência de desenvolvimento de apps e gastar uma quantia razoável que pode variar entre R$10 mil a R$100 mil no desenvolvimento inicial dependendo da complexidade do projeto.

É claro que apps mais complexos ou de grandes empresas podem custar mais, mas não são o padrão. Se você pretende investir essa quantia, já é essencial também ter em mente investimentos em Mobile Marketing como em App Store Optimization, entre outras formas de divulgação para conquistar usuários e fazer valer a pena o esforço do desenvolvimento.

Em ambos os casos, seja desenvolvendo de forma rápida e barata, ou investindo em um aplicativo profissional, o que você não pode é ficar esperando um momento mágico em que você perceba que os apps dominaram o mercado.

Isso já aconteceu, porque os usuários atualmente passam mais tempo em aplicativos de celular do que na televisão ou até mesmo nos websites.

Então esse momento mágico é exatamente agora. Se você não quer chegar em um momento em que a sua concorrência já dominou o mercado de apps e você tem que correr atrás, o melhor é realmente se adiantar

 

Conclusão: Crie um App

Ter um aplicativo hoje é essencial. Os usuários querem ter acesso à informação da forma que eles considerarem mais fácil e interessante. Dê mais uma opção para seu usuário ter contato com você ou sua marca.

Então, embora criar um app sempre exija esforço, planejamento e desenvolvimento, fica bem claro que ele já é um ativo necessário para sua empresa. Eu acho que a decisão do “depende” realmente existe entre um app bem profissional e um app simples e barato.

Nesse caso depende sim e você deve entender qual é o momento atual do seu negócio, avaliar os custos e as oportunidades para saber o quanto deve investir atualmente. Mas de toda forma, crie o seu app. Nem que seja um app gerado por uma ferramenta, que seja basicamente o mesmo conteúdo do seu site.

Em um mundo ideal, o seu app deve oferecer muito mais do que o seu site móvel. Mas se isso ainda não é sua realidade, tenha um app para que os seus usuários engajados, seus early-adopters realmente já tenham a opção de te encontrar e baixar o app. Você terá mais um ponto de contato com esse cliente, mais visibilidade e presença na vida dele.

 

E você, já tem um app? Concorda com essa análise? Deixe seus comentários abaixo.