fbpx

Como fazer uma estratégia de marketing digital e escolher o mercado do seu app

Esta postagem foi publicada em 7 de janeiro de 2019.

Para desenvolver um aplicativo, é preciso pensar no planejamento e no mercado. O planejamento não vai garantir o sucesso de um app, mas pode ajudar a encontrar o melhor mercado possível.

Não estamos falando de encontrar tendências e compreender o que outros estão fazendo, porque para inovar, muitas vezes, é preciso arriscar e criar algo totalmente diferente do comum. Mesmo assim, uma estratégia de marketing digital fará a diferença para alcançar bons resultados.

O planejamento de marketing para um aplicativo

Se você conhece as técnicas de ASO, já sabe da importância da análise do segmento, dos concorrentes e da otimização do aplicativo para conseguir os melhores resultados. Mas, além de fazer tudo isso quando o seu app já está pronto, é possível aplicar ASO também no planejamento do aplicativo.

Todo desenvolvedor tem aquele momento genial da geração da ideia, em que fica extremamente animado e querendo desenvolver tudo num tempo recorde para lançar logo o app.

Nesse momento, ele tem a certeza que essa ideia será o novo facebook, a nova apple, a nova Microsoft e você se tornará o cara mais rico do mundo.

A animação é importante, mas o planejamento pode revelar possibilidades ou problemas escondidos. Não estamos falando de um plano de negócios com dezenas de páginas. Só de alguns passos para analisar rapidamente o mercado.

Passo a passo para planejar seu app

Para fazer uma boa pesquisa e compreender como iniciar sua estratégia, se pergunte:

  • quais são os aplicativos rankeados na busca das app stores para o seu tópico?
  • quantos downloads eles possuem? Há quanto tempo existem?
  • quem são os concorrentes desses concorrentes?
  • os apps do topo possuem muitos downloads?
  • eles foram atualizados recentemente ou são aplicativos zumbis?
  • quantas avaliações eles têm

É válido analisar se os aplicativos têm engajamento, como é a avaliação nas app stores, observar os pontos fracos e aprender com eles para não errar no seu aplicativo.

Você consegue competir? Consegue ser melhor do que os aplicativos atuais, ou atacar um ponto em que eles não são tão bons?

Esses pontos simples podem te levar a muitas reflexões. O número de downloads e avaliações mostra se esse é um tópico que possui muitos usuários já interessados.

Se os apps são zumbis (não atualizados há muito tempo), você pode ficar feliz por não ter concorrência, mas também pode ser um indicativo de que aqueles apps não ganharam dinheiro suficiente para se manter, então, talvez não seja uma ideia muito interessante copiar seu modelo.

As avaliações são a parte mais rica das informações. Se os usuários já estão satisfeito com as opções disponíveis, provavelmente será muito difícil competir. Se os apps são mal avaliados, o seu trabalho fica mais fácil, você não precisa inovar muito ou fazer um app obra de arte, precisa apenas superar os apps existentes de alguma forma.

Conclusão

Muitas outras perguntas podem surgir dessa análise. E esse é realmente um dos principais trabalhos de um empreendedor: fazer as perguntas corretas para, então, encontrar uma boa solução.

Mas cuidado: essa análise funciona muito bem para segmentos já existentes. Se você não encontrar nada parecido com o seu aplicativo, não significa que a necessidade dos usuários não exista. Nesse caso, você precisará inovar e também criar o seu próprio mercado.

No entanto, com o tempo, você verá que diversas estratégias de marketing digital, como a retenção, engajamento do usuário e métricas para entender o desempenho do aplicativo, te ajudarão a projetar melhores resultados.

Os desafios não param por aí, além de estudar todo o mercado, é preciso otimizar o aplicativo para ele ter chances de competir com a concorrência. Para te ajudar, separamos um e-book completo sobre App Store Optimization!