-->

Novidades e tendências sobre tecnologia e aplicativos

Mercado

Conheça os tipos de criptografia para aplicativos

28 de junho de 2021

Conhecer quais são os tipos de criptografia para mobile é indispensável para proteger os dados do aplicativo e dos usuários. Com isso, é possível evitar boa parte dos ataques cibernéticos e dos vazamentos de informações confidenciais.

Para você aprimorar a segurança do seu aplicativo, o RankMyAPP trouxe um artigo completo sobre a importância desse assunto, incluindo quais são os tipos de criptografia e como utilizá-los para proteger sua aplicação móvel. Confira!

A importância da criptografia para aplicativos

Nunca os aplicativos foram tão utilizados quanto agora, principalmente para transações financeiras. Como apontado no nosso e-book exclusivo Apps de Finanças: guia para criar e impulsionar o seu, um em cada dois adultos usam aplicativos para adquirir produtos ou serviços.

Foi pensando nisso que a Lei de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), criada em 2018, estabelece que é de responsabilidade do aplicativo proteger as informações dos usuários que são utilizadas no app.

Além disso, a segurança do aplicativo é um dos fatores levados em consideração pelas app stores para manter aplicações seguras e oferecer uma boa experiência ao usuário na plataforma.

É por esses e outros motivos que os tipos de encriptação devem fazer parte do aplicativo, a fim de garantir a proteção total dos dados, sejam financeiros ou pessoais, ao blindar o sistema contra invasões, deixando não só o usuário mais seguro, como o próprio app.

tipos-de-criptografia-mobile

Tipos de criptografia

Atualmente, existem diversos exemplos de criptografia que podem proteger seu aplicativo. Confira os mais utilizados no mundo mobile.

1. AES (Advanced Encryption Standard)

O AES é um dos algoritmos mais seguros atualmente, sendo um dos mais utilizados no mundo, principalmente em organizações de segurança. Esse é um dos tipos de códigos de criptografia que usa apenas uma chave, compartilhada pelo sistema e pelo usuário, para cifrar e decifrar os dados.

Para isso, são utilizados os sistemas de codificação em 128, 192 ou 256 bits, dificultando o acesso de hackers e malwares que possam tentar invadir o sistema. Nos aplicativos do sistema Android, recomenda-se que sejam utilizadas chaves de criptografia de 256 bits em todas as funções de navegação, como mensagens, aberturas de arquivos, etc.

2. DES (Data Encryption Standard)

Este é um dos mais básicos tipos de criptografia com letras. Nele, a proteção é feita por meio de uma codificação em 56 bits. Por isso, acaba oferecendo uma segurança reduzida para o usuário.

Em alguns aplicativos, ele pode ser utilizado para criptografar informações mais simples, trabalhando em outros conjuntos de criptografia para aprimorar o nível de proteção do sistema.

3. RSA (Rivest Shamir-Adleman)

O modelo RSA é um dos mais seguros, sendo pioneiro ao criptografar assinaturas digitais. Esse é um dos tipos de criptografia de texto e dados que utiliza duas chaves de ativação, uma pública e outra privada.

Na prática, todas as mensagens ou dados são criptografados pela chave pública, mas só podem ser decifrados pela chave privada. Esse sistema é muito utilizado no m-commerce e nos sistemas de compras in app.

4. Blowfish

O blowfish é um dos tipos de criptografia que utiliza uma codificação simétrica, na qual apenas uma única chave é cifra e decifra a mensagem. Por isso, ele costuma ser uma boa opção de algoritmo para tornar um aplicativo mais seguro.

Para isso, são utilizados blocos de 56 bits, criptografados individualmente. Esse modelo é usado principalmente em plataformas de e-commerce mobile para proteção de dados e transações financeiras.

5. Twofish

O Twofish é uma variação do Blowfish, que consiste em uma proteção simétrica com blocos de 128 bits e chaves de até 256 bits. O código pode ser facilmente aplicado, garantido a criptografia dos dados, tanto de hardwares quanto de softwares, de forma mais rápida.

Outros modelos de criptografia

  • Criptografia quântica: criada nos pilares da física quântica, com possibilidade de emissor e receptor criarem uma chave secreta para compartilhar dados e informações;
  • Criptografia homomórfica: neste modelo, o receptor pode fornecer os dados sem criptografia, porém, as informações só podem ser acessadas se o receptor tiver a chave secreta para lê-las.

Como aplicar a criptografia em seu aplicativo

Além de conhecer todos os tipos de criptografia para mobile, é importante saber como utilizar esse sistema de proteção em seu aplicativo. Isso pode variar de acordo com o tipo de criptografia escolhida.

Na maioria dos tipos de criptografia, é necessário apenas implementar o código-fonte da criptografia desejada no código-fonte do aplicativo. Antes de realizar essa alteração, é importante consultar o time de desenvolvimento do seu app.

Mantenha-se informado sobre o mundo mobile

Conhecer mais sobre como aprimorar a segurança do seu aplicativo é indispensável para garantir uma boa experiência na aplicação móvel. Para conferir outras dicas, acesse nossa newsletter e fique por dentro dos assuntos do universo mobile.


Fique por dentro de todas as novidades

Quer saber o que mais podemos
oferecer para o seu APP?

Agende uma reunião