fbpx

Mobile Coffee: tudo o que rolou no primeiro evento do ano do RankMyAPP

Postado em 4 de abril de 2019.

147{icon} {views}

O RankMyAPP organizou, no último dia 21 de março, o Mobile Coffee, primeiro evento oficial do ano. Em edição especial ao mês das mulheres, foram convidadas três especialistas para palestrar sobre estratégias e insights para 2019: a fundadora e CEO do app Diin e Rico.com.vc, Monica Saccarelli; a especialista de Digital Analytics da Amaro, Juliana Maciel e a coordenadora de mídia da Magazine Luiza, Jocasta Bortolacci.

A mediadora dessa turma foi a nossa ranker, Juliana Assunção, uma das fundadoras e CEO do RankMyAPP. Antes mesmo do início das palestras, com a casa cheia, Juliana deu uma das melhores notícias da noite: em junho, teremos a terceira edição do Fórum Mobile Marketing.

Mobile Coffee
Juliana Assunção (à esquerda) e as especialistas em mobile marketing convidadas para o evento especial de mês das mulheres (Thays Bittar/RankMyAPP)

Dividido em duas partes, o evento abordou, no início, a força do empreendedorismo digital e a importância de uma estratégia completa para o sucesso. Em seguida, foi feita uma roda de conversa em que a Juliana fazia as perguntas e as convidadas respondiam falando tudo sobre mobile marketing na prática.

Empreendedorismo: como se destacar

Um relatório divulgado pela AppFigures revelou que existem, no mundo, cerca de 5,7 milhões de aplicativos. O Brasil aparece entre os cinco países que mais desenvolvem apps no mundo, o que deixa o questionamento: como fazer com que o seu negócio se destaque dentro das lojas virtuais?

Não basta ter uma ideia inovadora. A primeira palestrante do evento, Monica Saccarelli, mostrou como uma boa estratégia é fundamental para que o aplicativo comece a ter visibilidade dentre as várias opções. Com um projeto definido (personas, desafios e estratégias), as chances do app bombar nas lojas aumentam.

“O DIIN veio para ser a nova poupança digital do brasileiro. A ideia é quebrar a barreira de que você não tem ou não sabe investir. Ao sobrar R$ 1 na semana você já pode investir”, comenta a fundadora do aplicativo.

Mobile Coffee
Monica Saccarelli, fundadora e CEO do Diin (Thays Bittar/RankMyAPP)

Ações sazonais, como o Desafio 21, também contribuem. “As pessoas costumam começar o ano fazendo promessas, por isso lançamos, no começo de 2019, esse novo desafio de 21 dias, para elas se desafiem a guardar dinheiro, como acontecem com aplicativos fitness”, explica Saccarelli.

Assim como existem milhões de aplicativos, há muito mais downloads e espaço para se tornar empreendedor digital. Portanto, busque fazer como a Monica e se prepare para que seu produto se destaque no mercado. Caso precise de ajuda, contamos com um e-book de app de finanças, confira aqui.

Debate sobre estratégias mobile

Em formato de debate e não mais palestras, as especialistas Juliana Maciel e Jocasta Bortolacci responderam à Juliana Assunção sobre as principais dúvidas desde o boom do mobile marketing, como o surgimento dos aplicativos e o desafio de convencer seus gestores sobre a potencialidade que esse mercado oferece.

Mobile Coffee
Jocasta Bortolacci (à esquerda) e Juliana Maciel (à direita) respondem as perguntas da nossa Ranker no Mobile Coffee (Thays Bittar/RankMyAPP)

A Amaro, marca de moda feminina, mantém suas vendas de forma totalmente on-line. Até existem, em algumas capitais do país, os Guide Shops, que são espaços físicos para que os clientes vejam de perto as roupas e até provem, mas as compras são todas feitas de forma digital. Fundada em 2012, a Juliana explicou como foi o começo do aplicativo da marca, que nasceu apenas em 2017.

“Só por alguns números a gente percebeu que valia a pena investir na migração para o app. Com poucos dados, a galera da equipe comprou a ideia”, ressalta. Para aumentar ainda mais o engajamento dos clientes com o app, a marca propôs para a Black Friday de 2018 uma estratégia de e-commerce específica para o aplicativo.

“Um mês antes, nós bloqueamos o site e disponibilizamos um banner dizendo que baixando o app o cliente teria X de desconto. Depois, conseguimos medir as ações dessas pessoas que baixaram o aplicativo durante a black e até hoje”, comenta a especialista de Digital Analytics da marca.

Mobile Coffee
No primeiro evento oficial do ano organizado pelo RankMyAPP teve casa cheia (Thays Bittar/RankMyAPP)

Na Magazine Luiza, Jocasta explica que a migração para o app, que nasceu ainda antes, em 2015, foi mais complicada pois eles não tinham muita estrutura e conhecimento sobre o assunto. A coordenadora de mídia da rede varejista teve que aprender a analisar dados na raça e que hoje, vive uma realidade completamente diferente do que acontecia há 4 anos.

Desde um novo desafio, como o lançamento do DIIN, passando por marcas já estruturadas e habituadas com o mobile, como a Amaro, até aos grandes desafios para quem atua com apps de grandes varejos, como a Magazine Luiza. Quer ajuda com o seu aplicativo? Fale com um de nossos especialistas.

Veja a seguir mais fotos do Mobile Coffee:


Posts Relacionados

Related Posts

Artículos Relacionados