fbpx

O que são progressive web apps e como eles funcionam?

Esta postagem foi publicada em 22 de maio de 2018.

Sem tempo para ler o artigo inteiro? Aperte o play e ouça a versão em áudio.

Com a chegada das app stores, o boom dos aplicativos foi quase que instantâneo. É possível dizer que houve uma revolução com os dispositivos móveis, que antes mandavam, no máximo, SMS e tinham memória para armazenar poucas músicas. Mas agora, o usuário quer mais, e assim entram em cena os progressive web apps.

Quantos aplicativos você usa por dia? Ou baixa por mês? Provavelmente, poucos. Mas os desenvolvedores já estão espertos e sabem que precisam se inovar para não perder seus usuários.

O que são progressive web apps?

Progressive web apps são funcionalidades que conseguem desenvolver web apps, ou seja, páginas que rodam em qualquer dispositivo e circunstância, mesmo sem internet (desde que pré-carregadas enquanto o dispositivo estiver online).

Independentemente do browser utilizado, o usuário tem todas as funcionalidades do aplicativo disponíveis, o que antes só era possível ser feito com apps nativos. Assim, a interface é a mesma de um aplicativo, mas a velocidade é igual a de um site.

A questão da velocidade é essencial para aumentar o número de engajamento e retenção do PWA. No entanto, existem algumas funcionalidades que essa tecnologia deve ter para de fato funcionar.

Primeiramente, como já está no nome, a progressividade. Os PWA’s devem funcionar em todos os browsers, para todos os usuários. E para funcionar em qualquer browser, ele também precisa ser responsivo, se adequando em telas de tablet, smartphones e desktop.

A conexão deve funcionar, com o usuário conectado ou não, e é preciso ser app-like, ou seja, quem está usando esse app precisa se sentir confortável, como se estivesse navegando em um aplicativo nativo.

As atualizações devem ser automáticas, qualquer anormalidade é detectada e prontamente modificada, sem precisar de uma aba de atualização, como é feito hoje nas app stores. E, por último, mas não menos importante, o PWA tem de ser seguro. Isto é, trabalhar unicamente com HTTPS.

Como os PWAs ajudam em ASO?

Mesmo com essa revolução dos aplicativos, a otimização de ASO ainda é importante e necessária. Um dos principais benefícios já começa na indexação dos apps.

Com o aplicativo adicionado mais rapidamente, já é possível iniciar as estratégias de marketing para melhorar a experiência do usuário.

Já falando da performance do aplicativo, por ele funcionar mais rápido que um site, é muito mais interessante para o usuário, na perspectiva de vendas. O desempenho das taxas de conversão tendem a melhorar, assim como a facilidade de encontrá-los nos mecanismos de busca.

A possibilidade de se manter conectado por meio das notificações push-up é outro aspecto a se considerar para App Store Optimization. São essas mensagens que fazem a ponte do aplicativo com o usuário, trazendo engajamento para o app.

Os progressive web applications têm muito mais flexibilidade que os aplicativos normais para com o usuário. Ou seja, são menos etapas para fazer downloads, sem precisar ser necessariamente direcionado a uma app store, pois a conversão é automática.

Como implementar PWAs no seu negócio?

Mesmo não sendo uma certeza que os aplicativos vão acabar, dependendo do negócio, não vale a pena ter um site e um aplicativo. Nesse caso, ter um PWA é uma ótima saída, já que permite usufruir os benefícios de ambos.

O crescimento de aderidos aos dispositivos móveis continua crescendo. Então, é a chance de poder mesclar a possibilidade de ter um aplicativo que se adequa a qualquer formato, com o plus de pular etapas como o download.

O PWA pode fornecer todos os recursos que um usuário necessita e espera, mas, mais que isso, pode vir a ser a revolução dos aplicativos, que mesmo se modificando, precisam de ASO para sua otimização.

Dada a importância do App Store Optimization, não deixe de entrar em contato com o RankMyApp para fazer uma análise personalizada e descobrir exatamente do que seu app precisa para crescer!

: