-->

Novidades e tendências sobre tecnologia e aplicativos

Mobile Marketing

8 dicas de como criar um wireframe app

16 de abril de 2021

O wireframe app é um esboço inicial de como será a estrutura final do app. O modelo é uma espécie de rascunho que irá guiar os desenvolvedores na etapa de produção e, também, um alinhamento entre a marca detentora do app e os responsáveis pela execução do projeto.

O wireframe deve conter a diagramação das estruturas macro que estarão presentes no layout final. É fundamental investir atenção nesta etapa pois, entre os fatores listados pela Apple que são levados em consideração pelos editores para escolher os aplicativos que serão destaque na App Store, estão o design e a interface do usuário.

Assim, a usabilidade, a qualidade geral do aplicativo, a experiência do usuário e a acessibilidade são exemplos que se destacam na hora de ranquear um aplicativo nas stores.

1. Aprenda com outros aplicativos

A primeira dica na hora de criar um wireframe aplicativo é estudar outros aplicativos. Aqui, vale tanto os que você já conhece como a concorrência. App trackers são ferramentas aliadas. São exemplos: Firebase, Appsflyer e Adjust.

Com esses casos de estudo, é possível identificar quais são as features mais utilizadas pelo usuário e qual é a jornada realizada por ele dentro do app, desde o download até sua ativação, retenção e fidelidade.

Você também pode analisar os reviews de outros aplicativos nas lojas. Segundo pesquisas do RankMyAPP, 73% dos reviews de 5 estrelas elogiam a velocidade, o design de interface e a usabilidade do app.

2. Estude a marca

Prototipar um layout que seja agradável e intuitivo passa, também, pelo estudo da marca à qual o app pertence, seu posicionamento no mercado e o marketshare a ser conquistado. Detalhes como a forma que a marca se comunica, as cores utilizadas no ícone e redes sociais, e a identidade visual são informações fundamentais para dar o pontapé inicial.

3. Saiba quem é sua persona

Além da persona ser um ponto importante para a identidade visual, ela também é o guia para como projetar um wireframe de acordo com o público. Se a persona é mais jovem, alguns recursos podem não ser essenciais, enquanto, para um público não nativo no digital, podem facilitar o uso do app.

Foque na estratégia de negócio da marca e o objetivo principal com o aplicativo. É atingir novos públicos? Conquistar mais vendas mobile? Aproximar-se dos clientes?

4. Considere o funil de conversão

O funil é a representação gráfica do comportamento da sua audiência. Dessa forma, ele projeta qual deve ser a jornada do usuário, desde a aquisição, passando pela venda e indo até o relacionamento.

O funil mais conhecido e utilizado é o Funil do Pirata (AARRR). Nele, é possível observar cada etapa do processo individualmente (formando novos funis). Essas etapas são: Aquisição, Ativação, Retenção, Receita e Recomendação.

wireframe app

5. Faça rascunhos

O rascunho pode ser feito de duas formas. O primeiro é por meio de um sketch com grades. Prefira construir em modelos preestabelecidos de 12, 16 ou 24 colunas. Aproveite essa etapa para um brainstorming de possibilidades, mais do que focar em ter o resultado final.

Após isso, você pode experimentar montar o esboço no digital. Há a opção de testar a aprovação de usuários em fóruns de discussão.

6. Teste SDKs disponíveis

Não sabe o que é um SDK? A sigla significa software development kit ou kit de desenvolvimento de software. Na prática, trata-se de um conjunto de ferramentas de desenvolvimento feitas para auxiliar os desenvolvedores na construção de aplicações.

Essa definição é bem ampla, pois um SDK pode ser construído para ajudar no desenvolvimento de um aplicativo para um sistema operacional, como o iOS, ou pode ser mais focado no desenvolvimento de recursos específicos, como o SDK de plataformas de atribuição, que são projetados para utilizá-las, ajudando a aprofundar vinculação e atribuição.

Os SDKs geralmente são disponibilizados para encorajar o desenvolvimento dentro de determinada plataforma, pois eles simplificam o processo. Os melhores SDKs fornecem uma extensa documentação de implementação, permitindo que os desenvolvedores consigam aplicar o mais rápido possível.

Nesse caso, os SDKs são códigos dessas plataformas parceiras, adicionados no código do app, para que o cliente possa acompanhar suas métricas de usabilidade e qualidade do app em tempo real e identificar potenciais bugs e melhorias no app.

7.Foque em usabilidade e acessibilidade

Para isso, a hierarquia de informações é fundamental. É por meio dela que você apresenta a ordem que o usuário deve navegar pelo aplicativo. A acessibilidade é outro ponto fundamental. Considere comandos de voz, contraste de cor, tamanho da fonte, entre outros fatores.

8. Saiba o custo da operação

Projetar um wireframe app é uma forma estratégica de avançar com o projeto, garantir adequabilidade ao budget de marketing, entrega dentro de prazos estabelecidos e evitar retrabalhos que geram custos. Com um design inicial, é possível partir para ajustes finos.

Aplicativo finalizado? Hora de colocar no mundo!

Garantir a relevância e a visibilidade do aplicativo não é uma tarefa fácil. Isso porque exige estudos sobre o mercado, constante atualização sobre mudanças de algoritmo das stores e construção de estratégias em diferentes frentes.

Assim, o jeito mais seguro de destacar um app é se informar sobre as tendências e contar com a ajuda de especialistas. Para se informar, assine nossa newsletter. Para especialistas, conheça os serviços do RankMyAPP!


Fique por dentro de todas as novidades

Quer saber o que mais podemos
oferecer para o seu APP?

Agende uma reunião