-->

Novidades e tendências sobre tecnologia e aplicativos

Mobile Marketing

Bounce rate: como mensurar a taxa de rejeição do seu app?

11 de junho de 2021

O bounce rate tem um papel fundamental de analisar a satisfação dos usuários ao utilizar o seu aplicativo. Afinal, por meio dele, é possível identificar falhas, fluxos de navegação confusos, entre outras ações que podem gerar uma má experiência ao usuário.

Pensando nisso, o RankMyAPP criou um guia completo sobre o que é bounce rate, qual a sua importância e como mensurá-lo em seu aplicativo. Confira todos os detalhes sobre o assunto no artigo abaixo.

Por que é importante mensurar o bounce rate do seu app?

O bounce rate de um aplicativo é uma métrica semelhante às de páginas web. Conhecido em português pelo termo taxa de rejeição, esse número traduz se seu aplicativo está sendo bem aceito pelo usuário ou não.

Dois destaques de um alto valor de bounce rate são falhas e ANRs (Application Not Responding). Pesquisas do RankMyAPP apontam que quando esses erros acontecem com frequência, os apps são desinstalados 30% a mais no primeiro dia em comparação a aplicativos com uma taxa de bounce rate ideal.

Em outras análises, também foi constatado que os comentários negativos impactam significativamente a taxa de downloads do app, já que mais de 70% dos usuários consultam as ratings e reviews antes de baixar o aplicativo.

Por isso, é indispensável saber o que é a taxa de rejeição e mensurá-la em seu aplicativo a fim de corrigir bugs do sistema por meio do feedback dos usuários e proporcionar uma navegação mais fluida e intuitiva.

bounce rate

Métricas para mensurar o bounce rate

O bounce rate é composto por algumas informações, já que não é um dado gerado de forma única. Para compreendê-lo, é preciso entender em que momento o app é desinstalado. Por isso, é indispensável acompanhar alguns dados gerados durante a jornada do usuário:

  • Usuários: número de pessoas que interagem usando seu aplicativo;
  • Sessões: quantidade de acessos ao aplicativo;
  • Visualizações de tela: quantidade de páginas navegadas no app pelo usuário;
  • Tempo de sessão: período entre a abertura e o fechamento do app;
  • Eventos: ações pretendidas realizadas pelo usuário no app;
  • Segmento de usuário: grupo de usuários com características ou ações semelhantes.

Um exemplo de bounce rate é quando o usuário abre o aplicativo e permite que sua página inicial seja carregada, mas não avança a navegação. Algo semelhante acontece quando o usuário sequer espera a primeira página do app ser carregada, o que pode ter relação com o tempo de carregamento.

Para avaliar as métricas do bounce rate, é importante contar com a ajuda de especialistas no assunto, que irão criar estratégias específicas para seu app de acordo com essas e outras métricas dos usuários.

Dicas para diminuir o bounce rate

Agora que você já sabe o que é bounce rate e quais são os dados que compõem essa métrica, é necessário traçar uma estratégia que garanta usuários mais qualificados e engajados. Para isso, confira algumas dicas abaixo:

1. Invista na otimização para usuários qualificados

O primeiro passo consiste em traçar uma estratégia de mobile marketing que tenha como princípio o ASO. Isso porque, ao utilizar termos e palavras-chave que respondam à dúvida de usuários e nos direcionam ao seu segmento, o aplicativo tem chances maiores de ser encontrado pelo público-alvo.

 

Aprenda a otimizar o seu app da maneira correta

Como o ASO te ajuda a ganhar destaque dentro das app stores

 

2.Ofereça uma comunicação mais próxima

Outros recursos para aproximar a comunicação do usuário são push notification e in-app messaging. Eles consistem em enviar, diretamente pelo aplicativo, mensagens aos usuários, sendo comuns na estratégia de aplicativos de vendas para diminuir o impacto do e-commerce bounce rate.

3. Analise a opinião dos usuários

Analise reviews e ratings do seu aplicativo. Assim, será possível fazer o estudo de sentimentos, que também contribui para a diminuição da taxa de rejeição de um aplicativo.

Essa análise é de extrema importância para avaliar os pontos que precisam ser aprimorados do aplicativo e diminuir as taxas de rejeição. A resposta deve ser humanizada e com foco na resolução de problemas.

4. Aplique a metodologia UX no app

A UX (User Experience), ou experiência do usuário, se guia conforme alguns critérios na hora de tornar a interface do app mais intuitiva. A proposta é diminuir obstáculos, garantir a execução rápida de solicitações, proporcionar botões e menus claros, além de oferecer uma navegação descomplicada, exigindo o menor número possível de toques na tela para finalizar uma ação.

Conte com a ajuda de especialistas

Aumentar a performance de um aplicativo não é uma tarefa tão fácil. Em um cenário que se modifica constantemente e é movido pela inovação, tomar decisões baseadas em dados é a melhor saída para quem deseja se destacar nesse mercado.

É por isso que o RankMyAPP desenvolveu tecnologia própria para análise de mais de um milhão de registros de aplicativos, keywords e categorias diariamente. Dessa forma, torna-se possível a otimização e a melhoria da performance dos resultados dos aplicativos mais utilizados, tanto do Brasil quanto da América Latina.

Conheça melhor nosso trabalho! Agende uma conversa com um dos nossos especialistas e saiba como o RankMyAPP pode te ajudar a ter um aplicativo de sucesso.


Fique por dentro de todas as novidades

Quer saber o que mais podemos
oferecer para o seu APP?

Agende uma reunião