Novidades e tendências sobre tecnologia e aplicativos

Mobile Marketing

Como funciona a jornada do usuário no mobile?

24 de agosto de 2020

Desde o primeiro contato que o usuário tem com um aplicativo, inicia-se um processo que envolve novas etapas. A esse processo damos o nome de jornada do usuário. Portanto, trata-se de todo o contato e interação com o consumidor.

Ao mapear a jornada, é possível entender quais canais o levaram até o app, qual sua relação com ele e quais motivos o levaram a buscá-lo. Segundo dados levantados pelo RankMyAPP & Apptentive, 50% de todas as instalações de apps são feitas para solucionar alguma necessidade específica.

Portanto, ao analisar a jornada, é possível entender quais são essas necessidades e como seu app pode atendê-las. Além disso, esses dados são essenciais para entender em quais canais vale mais a pena investir e que tipo de estratégias mobile usar para atrair mais usuários.

Entenda os estágios da jornada do usuário

Existem alguns estágios que definem a jornada do usuário no app, desde sua instalação até a desinstalação ou reinstalação. Veja a seguir alguns dos estágios da jornada:

Instalação e integração

Essa é a primeira etapa: assim que o usuário decide fazer a instalação e em seguida abre o aplicativo. Aqui ele é introduzido à interface do app e poderá realizar sua primeira ação. Por exemplo, em um app de entregas, seria fazer seu primeiro pedido.

Nessa primeira etapa é importante conquistar o usuário desde o título do app, passando por sua descrição, até elementos visuais como o ícone e os screenshots (as imagens que servirão para ilustrar as funcionalidades do aplicativo). Para isso são utilizadas técnicas de ASO (App Store Optimization) com o uso de palavras-chave que tenham relação com o que o app oferece.

Além do ASO, também é necessário mostrar desde o começo tudo o que o app pode fazer pelo usuário. Portanto, logo após a instalação ter sido feita, a interface já deve oferecer opções que levem o usuário a utilizar o aplicativo, demonstrando dessa forma como ele pode ser útil. Caso contrário, as chances de desinstalação aumentam.

Ativação

O estágio da ativação é quando os usuários acabam de realizar sua primeira ação no app e entendem qual a sua proposta principal. Ou seja, após finalizar essa primeira ação, ele já está mais familiarizado sobre como o aplicativo funciona e começa a perceber qual a sua utilidade.

jornada do usuario

Dependendo de como for sua user experience, pode ser que se torne um usuário engajado, se decidir que o app é de fato útil para seu dia a dia. Por isso, essa é uma das etapas mais importantes da jornada, que determinará se ele se manterá fiel ao aplicativo ou não.

Ao se tornar um usuário ativo, há a possibilidade de conversão para que ele passe a pagar por mais funcionalidades do app. Para determinar se o usuário já está nessa fase, é preciso identificar a frequência de uso, há quanto tempo está instalado e qual foi a utilização mais recente.

Uso ocasional

Já a etapa do uso ocasional do app pode ser descrita como o momento em que o usuário passa a diminuir cada vez mais o número de vezes que abre o app e realiza ações. São os primeiro sinais de que ele não é mais tão engajado e talvez comece a demonstrar certo desinteresse.

A partir daí pode ser que comecem a surgir longos momentos de inatividade, mesmo que o app permaneça instalado. Todo aplicativo que possui uma base relativamente grande de usuários e que já exista há algum tempo está sujeito a passar por essa etapa. Afinal, pode ser que as necessidades desses usuários mudem com o tempo e as funcionalidades do app deixem de ser úteis.

Mesmo que o usuário chegue a desinstalar o app, isso não significa que um dia ele não volte a reinstalá-lo. Por esse motivo, é importante monitorar a atividade desses usuários para entender seu padrão de comportamento e adaptar o aplicativo conforme novas necessidades surgem.

O que fazer após o mapeamento?

Ao encerrar o mapeamento da jornada do usuário, é preciso pensar em estratégias para mantê-lo ativo, conquistar novos e convencer antigos usuários a reinstalarem o app. Para isso, é preciso utilizar técnicas de mobile marketing, como o ASO, que atuarão desde o primeiro contato com o público-alvo.

Utilizar o ASO para otimizar o aplicativo é uma forma de torná-lo mais visível nas stores, deixando mais fácil para o usuário encontrá-lo. Para isso, você pode contar com o RankMyAPP, que atua auxiliando seu app a conquistar um melhor ranqueamento nas buscas e também no desenvolvimento de estratégias para fidelizar os usuários.

Entenda na prática como podemos ajudar lendo o case do aplicativo El Trocador. Assim, você poderá saber mais sobre como foi possível aumentar em quatro vezes o número de visualizações do app na Play Store utilizando a análise de comportamento dos usuários.


Fique por dentro de todas as novidades

Quer saber o que mais podemos
oferecer para o seu APP?

Agende uma reunião