Início » Roadmap: o que é e como fazer em 5 passos
Pessoas analisando um grande mapa aberto na mesa

Roadmap: o que é e como fazer em 5 passos

Você já ouviu falar em roadmap? Pois essa ferramenta é essencial para direcionar os planos de ação de marketing ou produtos da sua empresa. Em outras palavras, o conceito ajuda você a ter uma visão mais clara de cada etapa do seu planejamento para a elaboração de um app, por exemplo.

O Roadmap serve para alinhar as expectativas , o foco do projeto, definir prioridades e , por consequência, definir estratégias necessárias.Podemos dizer que trata-se de uma espécie de um mapa para organizar as tarefas.

Cumpre a importante função de mostrar os caminhos a serem seguidos desde o desenvolvimento do produto ou serviço, até o contato com o cliente após ele adquirir o produto. 

Todo esse processo pode ser organizado de muitas formas. Uma delas é alocando responsáveis para cada etapa, tendo data de entrega estipulada para cada uma. 

Isso faz com que os projetos andem para frente e o alcance das metas seja facilitado, com cada uma das etapas sendo bem planejadas e executadas.

Através deste artigo que preparamos, você vai entender mais sobre o roadmap, sua importância para o desenvolvimento de um app e como elaborar essa ferramenta em cinco passos. Continue a leitura. 

O que é um roadmap?

Como resumimos na introdução, roadmap representa um guia para a realização de algum projeto de forma organizada dentro da empresa. No caso de um aplicativo, por exemplo, a ferramenta vai auxiliar no direcionamento desde a etapa zero, quando ainda não há nada concreto sobre o produto, até a finalização do app. 

Outro ponto de destaque, é que todos os processos dentro da ferramenta podem ser compartilhados com aqueles envolvidos no projeto, sejam desenvolvedores, líderes ou stakeholders. Essa funcionalidade abre espaço para o trabalho coletivo durante a elaboração do produto. 

O roadmap também  mostra resultados de testes realizados, tem espaços para que a equipe e clientes deixem feedbacks e permite a flexibilidade de mudar o caminho previsto até o objetivo. Além disso, apresenta a função de cada colaborador e o prazo de conclusão para cada etapa, indicando a evolução do projeto. 

Todas as funções fazem com que o roadmap consiga cumprir o papel de guia, passo por passo, para cada departamento envolvido no trabalho. Traz a segurança de que haverá um planejamento eficaz para o projeto realmente sair do papel com a qualidade necessária.

Qual a importância do roadmap?

Homem e mulher mexendo em um tablet.

Entre a equipe ter a ideia de algum produto e essa realmente sair do papel, há um grande espaço que, sem a devida organização e visualização concreta das etapas, acaba virando algo perdido, sem um trajeto claro a ser seguido.

Com o roadmap, os colaboradores conseguem ter essa clareza, pois funciona como um plano de ação estipulando os objetivos principais e necessidades urgentes de momento. É uma bússola apontando o melhor caminho até a meta desejada. 

Também é importante destacar que o roadmap foca somente nas etapas operacionais da construção de um produto, mas apresenta o projeto aos sócios da empresa e líderes de departamentos. A ferramenta pode ser compartilhada, apresentando cada ponto do que está sendo desenvolvido pela equipe e aquilo que ainda precisa ser feito. 

Tipos de roadmap

O roadmap possui variações para cada tipo de planejamento que será feito e como a ferramenta será utilizada. Aqui separamos os principais modelos para você entender cada um deles. 

Roadmap de Software

Esse modelo de roadmap é utilizado geralmente na área de TI ou naquelas que envolvem o desenvolvimento de softwares, como os aplicativos. Neste planejamento, são muitos processos que precisam ser desenvolvidos até o objetivo. 

Até lá, as tarefas que precisam ser realizadas são: análise, concepção, desenvolvimento e implementação. Os ciclos são iniciados de acordo com a estrutura estabelecida no roadmap. 

Roadmap estratégico

É um modelo elaborado em conjunto com o planejamento anual da empresa, visando metas definidas a longo prazo para o crescimento estratégico. Por isso que o roadmap estratégico precisa conter informações precisas e detalhar passo a passo de cada etapa, facilitando a execução desses projetos. 

Roadmap de desenvolvimento pessoal

Também chamado de roadmap de coaching, é utilizado para o desenvolvimento pessoal de cada funcionário ou profissional autônomo.Para a utilização dessa ferramenta, é necessário que o profissional faça uma análise de sua situação atual e até aonde ele deseja chegar. O roadmap irá ajudar na definição das etapas a serem percorridas. 

Como fazer um roadmap para app?

Dois homens trabalhando em uma mesa com computador , muitos documentos e analisando lago na tela de um tablet

Se você chegou até aqui, já entendeu o significado de roadmap e a importância de sua utilização para concretizar os projetos. Agora vamos te mostrar cinco passos para construir um roadmap eficiente para o desenvolvimento de seu aplicativo. 

e-book mobile growth
  1. Respondendo as perguntas básicas do roadmap

É fundamental que a ferramenta  responda a três perguntas essenciais para obter um planejamento estratégico de qualidade. São elas:

  • Onde estamos posicionados no mercado?
  • Aonde queremos chegar com a criação deste produto?
  • Quais ações serão feitas para alcançar as metas?

É através dessas respostas que você e seu time irão conseguir traçar o planejamento correto, e organizado por etapas, para atingir os objetivos desejados na campanha de marketing mobile, com a máxima qualidade.

Por tudo isso que não existe apenas um roadmap template, mas estratégias personalizadas conforme cada objetivo. 

  1. Conseguindo as informações estratégicas

Obter insights sobre o desenvolvimento do aplicativo é muito importante para  a entrega do projeto, bem como realização de melhorias do produto e estratégias de marketing a serem desenvolvidas. 

E uma ótima forma de consegui-los é através dos reviews dos usuários sobre a suas experiências ( user experience) com o app. Permitem conhecer melhor o aplicativo, até porque dá acesso aos comentários das pessoas sobre diversos aspectos como funções que os usuários sentem falta, erros apresentados e satisfação do público. 

Não esqueça de incluir em suas análises os chamados ratings, que são as avaliações deixadas pelos usuários. Desse jeito é possível observar as notas dos comentários feitos e, como um todo, observar o sentimento das pessoas. 

  1. Fique atento a esses KPIs

Para o desenvolvimento correto do aplicativo, é importante que os dados sejam analisados a cada etapa. Isso é desde testes até a concretização de um roadmap app. Veja algumas metas que precisam ser analisadas com prioridade em uma estratégia de ASO (APP Store Optimization)

Conversão orgânica:
Pode ser impulsionada por meio de algumas otimizações como palavras-chaves, qualidade dos usuários do app e a retenção que geralmente está associada a fatores de usabilidade. Dentro desse aspecto é bom entender que as otimizações da Apple Store e Play Store têm algumas diferenças. 

Na primeira, as otimizações dos campos estão diretamente relacionadas a quantidade de vezes que o cliente recebe novas versões do app. Por falar nisso, na App Store não há uma quantidade certa de atualizações, mas para melhor ranqueamento, pesquisas apontam que o mais recomendável é fazer uma  entre o período de quatro e seis semanas.

Já na Play Store, você pode fazer a otimização de forma mais constante. Com isso, é fundamental o conhecimento do usuário que está mudando constantemente e qual a melhor otimização trará os resultados mais positivos conforme as campanhas do app. 

Ranking de keywords: 

O ranking das palavras-chaves também traz muitas informações relevantes para as estratégias de marketing como, por exemplo, o volume de busca das palavras e os termos que mais conseguem gerar downloads para o app. 

Um fator importante para ressaltar, é que no Play Store a repetição de palavras-chaves é uma estratégia relevante que causa impactos no ranqueamento. Por outro lado, no App Store é o contrário.  

O ranking dentro da própria categoria: 

Tanto na App Store quanto na Play Store, existem fatores de ranqueamento dos aplicativos dentro da categoria. O primeiro dessa lista é a quantidade de downloads diariamente. É por esse fator que aplicativos com campanhas de marketing bem trabalhadas estão, geralmente, ocupando melhores posições no ranking. 

Outros fatores que também influenciam para o ranqueamento, embora com menor força, são os reviews, o número de atualizações do app e os ratings.

  1. Definir como será a frequência do plano de ação

O plano de ação será estabelecido de acordo com as características de cada app. Isso quer dizer que o tempo entre atualizações e planejamentos é variável. 

Um aplicativo maior, por exemplo, as otimizações podem ser feitas de maneira mais constante. Já em aplicativos menores, podem ser mais regulares. Tudo também vai depender do número de downloads dos apps e otimização. 

  1. Peça ajuda de algum especialista na construção de um roadmap

Exatamente. Construir um roadmap para app bem estruturado e eficiente não é uma tarefa fácil. Aliás, é algo complexo. Um especialista na área é capaz de entender perfeitamente as atualizações dos algoritmos, stores e sobre a própria ferramenta roadmap. 

Por isso, contar com a ajuda de alguém especializado é fundamental para traçar estratégias mobile robustas, visando sempre a melhor performance e potencializar os resultados tanto na mídia paga ou orgânica.  

Então, gostou de entender sobre o roadmap ,suas funções, importância e aplicações no desenvolvimento de  aplicativos, junto com as dicas que listamos? O RankMyApp é uma solução especialista em inteligência de marketing e aquisição para mobile apps reconhecida de forma global. 

Para ficar bem informado e saber muito mais sobre esse e outros assuntos, acesse nossa newsletter e baixe nosso e-book especial. Também acesse nosso blog para ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo do marketing digital e aplicativos.