-->

Novidades e tendências sobre tecnologia e aplicativos

Negócios

Entenda a importância da criptografia

7 de julho de 2021

Para manter os dados da sua empresa e dos seus usuários seguros em ambientes digitais, é importante utilizar técnicas de criptografia no seu aplicativo ou no seu site. Essa prática protege informações pessoais, como senhas de bancos, mensagens de texto, arquivos de mídia e mais, contra cibercriminosos.

Por isso, é importante entender o que é criptografia, quais são os principais tipos e de que forma ela mantém a segurança na internet. Para você saber mais sobre o assunto, o RankMyAPP preparou este texto com algumas informações úteis para evitar o vazamento de dados.

O que é criptografia?

De forma simplificada, pode-se dizer que a criptografia é a técnica que consiste em transformar uma determinada informação em um código específico. Sendo assim, apenas quem tem a solução para decifrar a mensagem codificada poderá compreendê-la.

Essa prática foi criada há muitos séculos e ficou conhecida pelo uso em guerras. Com o avanço tecnológico e o desenvolvimento de novas criptografias, a técnica passou a ser utilizada na internet para a proteção de dados.

Em ambientes digitais, esses dados podem ser mensagens de texto, arquivos de mídia, transações financeiras, etc. Assim, ao enviar um texto criptografado para um conhecido, por exemplo, você garante que apenas ele terá acesso àquela informação. Para tal, é necessário que o app ou o site utilizado conte com criptografia.

Tipos de criptografia

As técnicas modernas de criptografia utilizam “chaves” de segurança, que podem ser simétricas ou assimétricas, para criptografar e descriptografar informações.

  • Chave simétrica: remetente e destinatário têm a mesma chave de decodificação;
  • Chave assimétrica: cada uma das pontas de transmissão (emissão e recepção) conta com uma chave diferente.

Essas chaves funcionam por meio de algoritmos especificamente desenvolvidos para a decodificação de determinadas mensagens. Dessa forma, se o receptor não possui a chave correta para descriptografar alguma mensagem, ele não terá acesso ao conteúdo.

O nível de segurança do código é medido por meio de uma unidade digital chamada bits. Quanto maior o número de bits por chave, mais difícil é decifrar determinada criptografia e fraudar dados.

Modelos de criptografia de chave simétrica

DES (Data Encryption Standard)

Este é um dos tipos de criptografia mais difundidos pelo mundo todo. Foi criado em 1977, pela IBM, e conta com 56 bits — aproximadamente 72 quadrilhões de combinações diferentes. Apesar de parecer um valor alto, o DES é considerado um sistema básico de segurança.

IDEA (International Data Encryption Algorithm)

O IDEA é um algoritmo que funciona a partir de blocos de informação com 64 bits e chaves com 128 bits. Criado em 1991, este sistema aplica técnicas de confusão e difusão para codificar dados. Para isso, utiliza três grupos algébricos, que misturam as informações, impedindo o reagrupamento e a leitura da mensagem.

AES (Advanced Encryption Standard)

Este é considerado um dos sistemas mais confiáveis de segurança, sendo utilizado pelo governo dos Estados Unidos. A criptografia é feita a partir de blocos de 128 bits, também podendo ser construída a partir de chaves de 192 e 256 bits. As chances desse sistema ser quebrado são bem baixas.

Modelos de criptografia com chave assimétrica

RSA (Rivest, Shamir e Adleman)

O RSA foi elaborado em 1977 e leva o nome dos criadores: Ron Rivest, Adi Shamir e Len Adleman. Trata-se de um algoritmo muito utilizado no dia a dia, em e-mails, compras na internet, entre outras operações. Ele funciona a partir de uma chave pública, que só pode ser decifrada por uma chave privada específica.

Criptografia de Ponta a Ponta (End-to-End Encryption ou E2EE)

A criptografia de ponta a ponta é muito conhecida por ser utilizada em aplicativos de mensagens de texto, como o WhatsApp. Por meio deles, a informação enviada só poderá ser descodificada pelo destinatário. Sendo assim, os dados não podem ser interceptados por ninguém durante o envio, nem mesmo pelo servidor utilizado.

criptografia (1)

Qual é a importância da criptografia?

Em geral, a internet não é um ambiente seguro. Justamente por isso, é importante trabalhar ao máximo para garantir o sigilo e a integridade dos dados pessoais. Então, a criptografia é uma técnica de segurança contra cibercriminosos e outros tipos de usuários mal-intencionados.

Afinal, existem tipos de criptografia de texto, mídia, dados em nuvem, informações de navegação e muito mais. Além disso, é possível criptografar informações transmitidas através de conexões wireless, armazenadas em dispositivos. Com isso, você consegue aumentar a privacidade na web.

Entretanto, vale ressaltar que a criptografia não é 100% garantida. Por mais que essa técnica dificulte as ações criminosas, as chaves de decodificação podem ser quebradas — tudo vai depender do tamanho e da complexidade do código. Ainda assim, um dado criptografado ainda é bem mais seguro que qualquer outro.

Fique por dentro das tendências do mundo digital

Esperamos que você tenha entendido o que é criptografia e qual é a importância dessa técnica para a segurança da sua empresa na internet. Para não perder as novidades e receber dicas de estratégia mobile, não deixe de assinar a newsletter do RankMyAPP.


Fique por dentro de todas as novidades

Quer saber o que mais podemos
oferecer para o seu APP?

Agende uma reunião