-->

Novidades e tendências sobre tecnologia e aplicativos

Tecnologia

O que precisa ter em um aplicativo para deficiente visual?

2 de fevereiro de 2021

Os apps são responsáveis por facilitar algumas tarefas do dia a dia, como pedir o almoço ou conferir as notícias das últimas horas, onde quer que você esteja. Eles também contribuem na autonomia e na independência de pessoas com limitações. Um exemplo são os aplicativos para deficiente visual.

Os apps voltados para quem tem algum tipo de deficiência estão não apenas ganhando mais espaço e atenção das empresas, mas também se mostrando peças-chave para a inclusão social e tecnológica de pessoas com deficiência (PCD), contribuindo para a maior independência delas.

A tecnologia como ferramenta de inclusão

Aplicativos e outras tecnologias que facilitam o dia a dia de PCDs fazem parte da Tecnologia Assistiva (TA), que tem por objetivo fazer com que pessoas com diferentes tipos de deficiência dependam, cada vez menos, de outras pessoas.

No caso dos deficientes visuais, estão surgindo cada vez mais recursos para fazer com que eles “enxerguem” o mundo de forma mais facilitada. Um exemplo disso é a impressora 3D, que passou a ser utilizada em consultórios médicos com a ideia de fazer com que gestantes de baixíssima ou nenhuma visão pudessem “visualizar” seus bebês.

Os aplicativos para deficiente visual também estão ganhando espaço: tanto nos smartphones quanto em computadores e outros dispositivos, como óculos inteligentes. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 6 milhões de brasileiros têm baixa ou nenhuma visão e contam com a TA para uma vida mais independente.

O que precisa ter em um aplicativo para deficiente visual?

A união da Inteligência Artificial com a tecnologia móvel pode oferecer resultados importantíssimos para PCDs e essa soma pode acontecer perfeitamente nos aplicativos para deficiente visual. Mas quais são as funções em um app que facilita o dia a dia de quem tem limitações visuais?

Assistente de voz

O assistente de voz é um dos principais recursos fundamentais em um aplicativo para deficiente. Com ele, a pessoa pode dar alguns comandos e realizar tarefas simples, como enviar uma mensagem, reproduzir áudios, consultar seu saldo bancário ou, até mesmo, fazer compras on-line.

Transcrição da tela

Muitos aplicativos, como o TalkBack (Google) descrevem a tela do celular para o usuário. Assim, o deficiente visual consegue acessar recursos do seu smartphone de forma facilitada. Para isso, há um suporte de voz que fala quais são as opções disponíveis na tela, quais estão sendo selecionadas e assim por diante.

aplicativo para deficiente visual

Leitores digitais

Com a ajuda da câmera, é possível ter um aplicativo que tenha leitor digital de ambientes, objetos e afins. Dessa forma, basta apontar o celular para algum objeto, pessoa ou espaço para receber a descrição da imagem, através de um suporte de voz.

Máxima ampliação de tela

Para quem tem visão baixa, uma ótima função em aplicativos para deficiente visual é a de maximizar textos, tela e afins. O recurso pode funcionar, ainda, com a câmera do celular, como se fosse uma lupa.

Pagamento por aproximação

A tecnologia NFC já está presente em nosso dia a dia, mas, em aplicativos financeiros voltados para pessoas com deficiência visual, o recurso se faz ainda mais necessário.

Conversor de textos

A função de converter textos em áudio também é muito importante em um aplicativo. Nesse caso, é válido que ele transcreva tanto o que está escrito na tela do mobile quanto o que é capturado pela câmera do aparelho.

Algumas opções disponíveis no mercado atualmente

Atualmente, há vários aplicativos que facilitam a vida de quem tem deficiência visual, como o Pay Voice, que fala em voz alta qual é o valor que consta na maquininha de cartão, ou então o CPqD Alcance, que narra automaticamente o que está sendo exibido na tela do smartphone.

Há ainda o Be My Eyes, que é uma rede de apoio, em que deficientes visuais participam de uma videochamada com pessoas que enxergam perfeitamente e que prestam auxílio para PCDs.

Para quem gosta de literatura, o aplicativo para deficiente visual Ubook conta com um arsenal de mais de mil audiobooks e podcasts. Em sua coletânea também há revistas, artigos e afins, disponíveis em vários idiomas.

Acompanhe as novidades do universo mobile

Se você tem planos de adaptar seu app para um formato mais acessível, como os aplicativos para deficiente visual, assine nossa newsletter e confira mais dicas como essa. Receba as principais novidades do mundo mobile, em primeira mão, no seu e-mail.

 


Fique por dentro de todas as novidades

Quer saber o que mais podemos
oferecer para o seu APP?

Agende uma reunião